Zé Filho quer ser ponte entre Fiepi e governo e não descarta candidatura

Vice-governador afirma que PMDB conversa com vários partidos e diz que candidatura ao governo é “caminho natural”.

O vice-governador e presidente eleito da Fiepi, Moraes Souza Filho, declarou hoje (13) que pretende ser a “ponte” entre o governo e a entidade, aproveitando o momento de desenvolvimento do Estado. Moraes Souza Filho comentou também as conversas que o PMDB vem tendo com vários partidos e avalia que sua candidatura a governador é “caminho natural”.
Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com
“Vamos conversar com os grupos para preparar propostas para inovar a Fiepi. O Piauí está com sorte, está na moda. Temos que aproveitar essa oportunidade. Vamos ajudar o governo e as pessoas que são os indutores do desenvolvimento, dando sugestões, direcionando ações”, disse.
Eleição 2012
O PMDB já vem realizando encontros em vários municípios visando novas filiações e a formação de lideranças. O objetivo é aumentar o número de prefeitos e vereadores na próxima eleição.
Segundo o vice-governador, o partido pretende ter candidatos em todas as cidades e reaver o status de partido com maior número de prefeitos.
Ele comentou também que, em Parnaíba, nada está acertado e conversa com vários nomes, inclusive com Tererê, ex-deputado estadual tucano. Há ainda a possibilidade de retomar a aliança com Mão Santa.
“Em política tudo é possível. Tererê nos procurou. Tenho conversado com todo mundo. O PMDB tem bons nomes. O PSB também. Acho que na hora certa tudo vai ser debatido. Quem tem que escolher mesmo é o povo de Parnaíba”, disse.
Eleição em 2014
Moraes Souza Filho afirmou que hoje tem a postura que Wilson Martins tinha quando era vice-governador. “Está muito cedo. Mas tenho a mesma posição que Wilson Martins tinha quando era vice. É uma tendência normal. Eu não criei a moda”, finalizou aos risos.
Leilane Nunes
Fonte: cidadeverde
divisao

0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.