Piauí aparece em 5º lugar no ranking de ataques a bancos do Nordeste
Nos últimos quinze anos, foram subtraídos cerca de R$ 12 milhões. Apenas 10% desse valor foi recuperado.
O Piauí ocupa o 5º lugar no ranking de ataques a bancos na região Nordeste. É o que mostra a pesquisa realizada pela Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV) em parceria com a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT).
Registro após tentativa de assalto no Banco do Brasil de Angical.
Apenas no ano de 2010, no Estado, foram registrados cerca de 17 ocorrências como arrombamento, tentativas e assaltos concluídos. As estatísticas são mais preocupantes quando se considera os últimos 15 anos no Piauí.
No período, foram subtraídos um montante avaliado em R$ 12 milhões dos bancos alvos dos assaltantes. Desse total, estima-se que apenas 10% tenham sido recuperados pelas forças de segurança e devolvidos as instituições financeiras.
Em primeiro lugar em números de ataques está a Bahia (61), depois segue a Paraíba (54), em terceiro está o Estado do Pernambuco (29), no quarto lugar vigora o Maranhão (23) e quinto está o Piauí (17).
Na vigência da pesquisa, apenas uma morte foi registrada no Piauí. Trata-se do homicídio do gerente do Banco do Brasil de Luzilândia, a 234 quilômetros de Teresina, Humberto Rodrigues Veloso. O crime aconteceu no dia 3 de maio de 2011.
Dados brasileiros
O Estado de São Paulo é o líder isolado nas estatísticas de ataques a bancos. No período pesquisa foram registrando 283 tentativas de assaltos ou arrombamentos. No país, foram 838 ações contra agentes financeiros: média de 4,6 casos por dia. 
O Amazonas foi o único Estado a não registrar nenhuma ação violenta contra bancos e correspondentes bancários no Brasil.
Lívio Galeno/cidadeverde
divisao

0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.