Mão Santa levanta a voz para presidente do Tribunal de Contas do Estado

Não foi nada amistosa a conversa entre o prefeito de Parnaíba,Mão Santa e o presidente do tribunal de Contas do Estado, conselheiro Olavo Rebelo, travada na semana passada.

mao santa

Insatisfeito pelo fato do Tribunal ter rejeitado o Decreto de Emergência baixado no inicio do seu governo, Mão Santa levantou a voz e foi deselegante com o educadíssimo Olavo Rebelo.

Mão santa, como sempre, se acha à margem da Lei e que não deve satisfações a sociedade e nem tampouco aos órgãos de controle.

Mesmo com a suspensão do Decreto, o diário Oficial de Parnaíba trouxe, nos últimos dias, diversas dispensas de licitação tendo por fundamento o estado de emergência ou calamidade, em flagrante desrespeito a determinação do TCE, como por exemplo: montagens de forro em PVC, contratação de escritório de advocacia, manutenção corretiva de condicionadores de ar, locação de maquinas fotocopiadoras e impressoras de grande porte, serviços de iluminação pública, aquisição de pneus, material  de expediente e medicamentos e material da área de saúde.

Com mais um detalhe: os valores dos contratos são omitidos nas publicações, bem típico de quem tem a esconder alguma coisa.

divisao

0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.