MAIS ENERGIA: Parnaíba deverá ganhar mais uma usina eólica. Empresa já definiu a localização

Usina Eólica da Pedral do Sal demonstra viabilidade do litoral piauiense para a produção de energia limpa.

Usina Eólica da Pedral do Sal

Atualmente, uma empresa atua no litoral piauiense com uma usina instalada na praia pedra do sal com capacidade de produção de 18 megawatts, o que corresponde a 20% do consumo das residências de Parnaíba.

No fim de outubro outra empresa comunicou a locação de imóvel para avaliação do potencial eólico e instalação de outra central de geradora eólica nesta mesma cidade.

O novo investimento será feito pela Brazil Hospitality Group(BHG), através da Zeta Energia S.A, e por meio da controladora, Port Beach Empreendimento Turístico e Imobiliário que locou 370 hectares em Parnaíba na localidade “Fazenda São Roque”.

O presidente da BHG, Pieter J. F. van Voorst Vader comemora os investimentos na produção de energia alternativa. “Estamos satisfeitos com o acordo possibilitando investimento em produção de energia alternativa.

A maturidade da energia eólica como fonte de produção de energia elétrica é uma realidade mundial e começa a se consolidar no Brasil, com expectativa de ampliação da matriz energética de forma sustentável nos próximos anos”, disse.
Acesse 24Horas/F. Carvalho
Chamada Geral

divisao

Leia mais sobre: ,


0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.