Governo do Piauí não pagou prêmio ao Comercial e Barras

Promessa é dívida, mas no Piauí não é bem assim. Antes de deixar o governo no ano passado para se candidatar e vencer a disputa por uma vaga de senador, Wellington Dias (PT) deu a palavra aos clubes de futebol que participariam do campeonato da terra que o governo daria um prêmio de R$ 100 mil ao campeão e de R$ 50 mil ao vice. Mais: prometeu sortear dois carros pelo programa Nota Legal, como incentivo à presença do torcedor nos estádios. O governador Wilson Martins (PSB) ficou com a chave do cofre, foi reeleito, e até hoje o campeão, Comercial de Campo Maior, e o vice, Barras, não viram a cor do dinheiro. Quanto aos carros, esqueçam torcedores.

Fonte: acessepiaui

divisao

0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.