Comprimento de dedo pode estar ligado a tamanho do pênis, diz estudo
HONG KONG (Reuters Life!) – As mãos podem revelar mais sobre seus donos do que se costuma pensar, especialmente no caso dos homens. Homens cujos dedos indicadores são mais curtos que os dedos anelares podem ter pênis mais compridos, segundo um estudo sul-coreano publicado no “Asian Journal of Andrology”.

Quanto mais curto é o dedo indicador em comparação com o anelar, maior será o comprimento de seu pênis estendido – Tae Beom Kim, Universidade Gachon

“De acordo com nossos dados … quanto mais curto é o dedo indicador (segundo) em comparação com o anelar (quarto), maior será o comprimento de seu pênis estendido”, escreveu Tae Beom Kim, do departamento de urologia do Hospital Gil da Universidade Gachon, em Incheon, Coreia do Sul, respondendo a perguntas da Reuters.

Estudos anteriores mostraram evidências fortes de que a testosterona pré-natal pode determinar o desenvolvimento dos dedos e também o comprimento do pênis. Kim e seus colegas estudaram a relação entre esses dois fatores. O estudo envolveu 144 homens com problemas urológicos que não afetaram o comprimento de seus pênis, que foram medidos sob anestesia.
Mais tarde, as medidas foram comparadas à diferença entre os dedos indicadores e anelares de suas mãos direitas. Estudos anteriores revelaram que a mão direita pode ser mais sensível à influência da testosterona.
A chamada “razão entre dígitos” revelada neste estudo refere-se ao comprimento do dedo indicador dividido pelo comprimento do dedo anelar. Quanto mais baixa é a razão, sugere o estudo, mais longo pode ser o pênis.
As descobertas proporcionaram “evidências circunstanciais de que a testosterona pré-natal é responsável pelas duas características (comprimento do pênis e formação dos dígitos)”, disse Denise McQuade, do Skidmore College, de Nova York, que não participou do estudo.
“A razão entre os dedos é algo fácil de medir, de maneira não invasiva, mas pode fornecer pistas sobre a história pré-natal dos indivíduos. Assim, combinada com outras informações, a razão entre os dígitos tem potencial utilidade clínica”, escreve McQuade em resposta a perguntas da Reuters.
Os dedos indicador e anelar das mulheres tendem a ter comprimento aproximadamente igual, disse ela. Um estudo do ano passado concluiu que homens com dedos indicadores mais longos apresentam risco mais baixo de sofrer câncer de próstata.
Pesquisadores da universidade britânica Warwick e do Instituto de Pesquisas sobre Câncer constataram que homens cujo dedo indicador é mais longo que o dedo anelar têm probabilidade um terço mais baixa de apresentar a doença do que os homens com o padrão inverso de comprimento de dedos.
(Por Tan Ee Lyn)

Fonte: noticias/yahoo

divisao

0 Comentário Publicar Comentário

Seja o primeiro a comentar.